um acaso é um acaso

Um acaso é um acaso. Se eu falo assim é porque eu sei o que é, sem pensar. Então eu sei bem do que eu estou falando quando eu falo em voz alta coisas como “nada é por acaso”.

Pois bem, nada é por acaso. Será?

Eu acho que a maioria das pessoas não pensa muito nas coisas que fala. Muitas palavras saem como espirros ou tosses. São cacoetes de língua, mas que estouram como um fenômeno inteiramente fisiológico. É uma coisa que acontece.

A coisa que acontece.

E normalmente acontece, assim, do nada. Assim como o acaso.

O acaso é a coisa que acontece.

Não é questão de fé, não é questão de que tinha que acontecer porque estava planejado para acontecer. Não é questão de achar ou ter certeza de que tudo no universo é divinamente imprevisível. É só questão de que aconteceu. Simples assim.

E agora já era.

(CATO ALBERICO RIBEIRO]

Anúncios
Etiquetado , , , , , ,

3 pensamentos sobre “um acaso é um acaso

  1. Evey disse:

    Materialista ao extremo?

  2. Gustavo disse:

    Cara, como me enche o saco ouvir de pessoas quase iletradas: “era pra ser” ou “não era o dia dele”, como se um acaso, uma mera coincidência fosse o resultado de um plano de deus ou dos astros, ou de qualquer porcaria mística fantasiosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: