mulheres rycas

mulheres rycas mode lexotan on

mulheres rycas: só o lexotan salva

Quando eu digo que não tenho televisão, ninguém acredita. É verdade. Eu não tenho televisão.

É por que eu sou contra? Claro. Mas é também porque eu gosto. Muito.

Então eu simplesmente evito, porque se eu paro na frente da televisão eu encontro dificuldades enormes pra sair da frente dela. É simples assim. Deve ser algum satanismo. Televisões são coisas demoníacas mesmo e, se não fosse assim, não seria a maior arma de manipulação em massa de todos os tempos.

Manipulação das massas, pelas massas, com as massas.

Então eu evito. E que não liguem um Datena na minha frente, pois eu sucumbo. É duro admitir, mas é verdade.

Mas vá lá, eu até acho que sou bastante resistente. Tanto tempo sem televisão faz subir um orgulho besta na cabeça da gente, acho que meio parecido com o que um ex-viciado sente quando lembra que está a tanto tempo longe das drogas. Apesar disso, farei uma crítica sobre um programa de tevê.

É isso mesmo: sou partidário do “eu não vi e não gostei”.

Mulheres Ricas” será o programa em questão, que estreou esses dias na Bandeirantes e é um reality show sobre… mulheres rycas.

O que me interessa, claro, não é o programa em questão, mas o impacto de tamanha imbecilidade na sociedade. O melhor lugar para analisar isso, como sempre, é a internet. Comentários em blogs e sites proliferam aos borbotões cibernéticos. Felizmente, parece que se formou um consenso entre os “críticos” de que o programa é um festival de futilidades mesmo, além de ser uma afronta para um país como o Brasil ter que viver com cinco perfeitas idiotas esfregando nas caras esfomeadas e sujas da população suas boas vidas moles.

Elas merecem suas vidas moles? Em algum nível de meritocracia, podemos dizer que sim. Mas apenas se partirmos do princípio de que a noção de “merecimento” pode ser esticada infinitamente para todas as direções de suas semânticas babacas. Então, tá, elas merecem.

Acho.

Mas o mundo precisa disso nas suas casas, bem na hora da janta? Será mesmo que as pessoas merecem que esse tipo de cretinice seja entregue nas salas de suas casas com todas as facilidades das preguiças eletromagnéticas de suas televisões de LED, pagas em diversas prestações, com o esforço suado de uma escravatura fantasiada de carreira profissional? Elas merecem todo esse esbanjamento, ostentação, ganância, burrices, cafonices, arrogâncias, mentiras, futilidades, exageros, mais esbanjamento, falsidade, pérolas absurdas como “a gente nunca diz para o marido o que a gente compra, manda a conta e pronto” ou “se rico não gastar, o dinheiro não circula”, constrangimentos sem fim, vergonhas alheias várias e altas doses de cortisol expelidas ininterruptamente pela glândula supra-renal, ou seja, uma raiva pura que não dá nem pra pôr em palavras?

Eu respondo: merece.

Porque o mundo fala mal, mas assiste. Apesar das críticas ferradas, o Ibope até que foi razoável para tamanha inutilidade, variando entre os cinco e os sete pontos de audiência.

Então o povo sofre, mas gostcha.

E o dinheiro tem que girar. Mas só entre as rycas. Está aí o segredo.

Um giro interno.

[CATO ALBERICO RIBEIRO]

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , ,

7 pensamentos sobre “mulheres rycas

  1. HFAHFA disse:

    PROGRAMA DE MERDA, RIDÍCULO, PODRE,LIXO, VTNC.

  2. Leliane disse:

    Concordo. Meio que me forçando assistir até o final, pra ver se piorava, cada vez mais fui odiando, enojei, foi repugnante.

  3. Tenho Tv em casa para meu filho, não vejo nada, muito menos as tvs abertas. Canais pagos tem propaganda demais, então fica para meu filho ver o nat geo, discovery e os canais de desenho.

    Prefiro baixar os seriados que gosto na web e ver sem propaganda deitado na cama com o laptop.

  4. Roberto disse:

    Parece muito forçado, elas são tão vazias, que parecem garrafas pet jogadas num rio. Querem parecer engraçadas, e fazem idiotice isso sim

  5. manodasruas@gmail.com disse:

    Fede mais que o tietê e dá mais ânsia de vômito que o goatse. Lixo total. Programa ridículo. Um monte de merda. Que tipo de gente assiste essa porcaria, mostrando um monte de vagabundas gastarem dinheiro com coisas fúteis. Eu só ví a chamada e já sabia da merda que se tratava, é lógico que num país com esse povinho não poderia se tratar de um programa mostrando mulheres ricas fazendo a diferença.
    Desejo que essas vagabundas morram. Não fazem nada de bom, nunca fizeram, vão morrer deixando uma pilha de merda apenas. O mundo seria melhor se essas putas nunca tivessem nascido.
    Como tem gente que gosta de ser indigna e babaca…

  6. catoalberico disse:

    “Como tem gente que gosta de ser indigna e babaca”.

  7. Karen disse:

    Também faço parte do grupo de pessoas que prefere não assistir à televisão e muito menos a esse tipo de programação. Apenas uma retificação, assisto sim, a um programa: Provocações, com Abujamra, na Tv Cultura.
    Porém, nesse caso, não precisa assistir para saber o que esse reality show está repercutindo para falar sobre. O que é necessário é ler a respeito por diversas fontes e tirar sua conclusão. Até por que não é preciso de muito senso crítico pra perceber a futilidade do mesmo.
    Porém, acho que a população brasileira merece sim, não só por que assiste, como você mencionou. Mas para tomar consciência da situação do nosso país. Porque enquanto uns, ou no caso, umas, gastam com jóias, compras e mais compras, roupas caras, restaurantes, enfim. O brasileiro que está pagando a TV em diversas prestações, que está jantando um pão com manteiga e café, que tem uma jornada intensa de trabalho, que algumas vezes pega metrô e ônibus, tem mais de um emprego, vive essa vida indigna.
    Merece, repito. Quem sabe assim, sai do sofá e aprende que televisão não traz nada de positivo, aprende a eleger seus candidatos, e a lutar por seus direitos. Se esse tipo de família lutou para ter um grande patrimônio e pode arcar com luxo, está certo. Mas por que justamente só essa minoria, por que tantos problemas na vida de um trabalhador que também luta para sobreviver a todo esse capitalismo que os suga e não os inclui devidamente?
    É muita porcaria para tão poucas emissoras.

    Gostei da sua reflexão, da maneira que relacionou e citou essa indignação. Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: